Páginas

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Curtas

Aqui em Mendoza, apesar de ter alguns shoppings (três ao que parece), o centro da cidade ainda é bem  movimento e muitas das lojas da minha infancia ainda estão na ativa e no mesmo lugar. O que não está mais são os cinemas, esses viraram estacionamento. O mercado é super variado e agradável, e não é raro dar de cara com uma pequena mercearia ou vendinha apesar de não muito longe dali haver um supermercado de uma cadeia francesa. Muita gente ainda mora no centro de Mendoza e talvez por isso ele não precise passar por uma revitalização como o centro de Fortaleza ou de tantas outras cidades mundo a fora e eu gosto disso.

Ontem fomos a um shopping, é que só lá havia a loja que queriamos ir para ver os eletrodomesticos. Uma pesquisa de preços pela internet mostrou que é o local mais barato e fomos lá ver se tinham o que queremos na loja daqui. Descobrimos que com o cartão da loja algumas coisas saem ainda mais baratas, ou seria menos caras? O shopping é legal, e nem fica muito longe do centro da cidade, mas não sei se será um opção regular para as compras.

Guilherme começa na escola proxima semana. Antes, preciso comprar o uniforme.ALguém me explica por que numa cidade onde há MUITO pó a escola decide que o sapatp tem que ser tênis brancos?

Em breve estarei as voltas com pintura, lavagem de carpete e colocação de redes de proteção. Decidimos não ir para um apartamento temporário, vamos acampar em casa até chegarem nossas coisas. Camas e geladeira estão no topo da lista de compras.

No domingo teve comemoração do 7 de setembro. Passamos um dia super agradável, Guilherme correu, pulou, dançou até a exaustão.

Preciso registrar aqui que detesto a propaganda de maionese que passa no Discovery Kids, onde já se viu estimular o consumo de maionese em todas as refeições como solução para tormar a refeição mais "divertida" e a criança comer de tudo. Depois vou colocar aqui, não achei nas internets.






2 comentários:

Socorro Acioli disse...

E os supermercados? Como é a oferta de produtos? E os vinhos ó céus...

Paloma, a mãe disse...

Adoro centros de cidades. E que bom que o daí é legal.
Quanto às propagandas, sem comentários. Por mim, proibia tudo. Maionese pra criança é demais, eles (os anunciantes) não têm limite nenhum mesmo.
Beijos