Páginas

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Curtas - Guilherme

 Hoje foi minha entrevista com a professora da escola, Miss Pauli, e foi curioso perceber o quanto Guilherme mudou/cresceu neste último mês. Algumas coisas para melhor, outras nem tanto. Claro que as mudanças foram percebidas por nós, mas na verdade é que quando ela ia me perguntando as coisas, eu ficava na duvida, nós, os pais, também mudamos um pouco.

Segunda começa a adaptação do Guilherme a nova escola. A escola foi escolhida por ele, bom, não foi bem assim, mas foi ... Antes de visitarmos a escola pela primeira vez falamos para ele o nome da escola e contamos um pouco a história da pessoa que lhe empresta o nome. Pelo simples fato de haver um dragão na parada sabia que seria interessante para ele. Fomos indicados pelos colegas de trabalho do João e a escola era nossa primeira opção, mas como não conheciamos e nem sabiamos como funcionava o jardim, fomos visitar. Por sorte o que vimos agradou a todos, por que se não teriamos tido um problema. Normalmente, não teriamos levado o Guilherme em uma primeira visita, mas o tempo é curto e a opinião dele é importante então fomos todos juntos. Para nós, neste momento, é importante que o Guilherme comece logo sua imerssão no espanhol e se sinta parte de um lugar. 

Falando em Guilherme: ele tem muitas saudades dos amigos de Cabo Verde, não passa um dia que ele não se lembre de pelo menos um e fale que quer ir visitar. Nada além do esperado, é verdade, mas não é fácil. Por sorte ele é extrovertido e a lingua não se mostrou um obstaculo para ele. Já deixou bem claro que seja chama Guilherme e não Guillermo, apesar de explicarmos que aqui é assim que falam o nome dele, mas aceita que o chamem de Guille, menos mal.

Quase todas as tardes levamos o Guilherme para brincar na praça, aqui os brinquedos são de metal e quando cheiro as minhs mãos sinto o cheiro da minha infância, dos brinquedos que havia na escola, será que em breve voltarei a ter calos nas mãos de tanto brincar? Agora, o brinquedo favorito é um "carroussel" na verdade não sei como se chama. Era um dos brinquedos que eu mais brincava quando era criança. Tinha um bem grande no Nautico e a criançada toda corria até não poder mais e depois pulava dentro e rodava, rodava, rodava ... depois tudo de novo.

6 comentários:

Catarina Vizinha disse...

Que lindo que é o Gui :-)

Paloma, a mãe disse...

Estou vendo que vc está vivendo uma jornada rumo à infância vivendo aí, cheia de recordações, que agora vc pode reviver um pouco com o Guilherme.
Depois me conta como é o esquema da escola, horários e tal. Fico curiosa.
E boas aulas para o G.
Beijos

Blenda disse...

Guille me lembra o irmão da Mafalda. E sim, esse cheiro de metal na mão é cheiro de infância hehe

Denise disse...

E a vida em Mendoza começa... Boa sorte, João e Neda! Já escolheram a casa?

Beijos!

Ariane disse...

saudades imensas de vcs, boa sorte ai!

Ariane disse...

saudades imensas de vcs, boa sorte ai!