Páginas

quinta-feira, 25 de março de 2010

Os livros do Guilherme

Uma das primeiras coisas que fiz quando me descobri grávida do Guilherme foi pensar nas histórias que minha mãe contava quando éramos criança. Também lembrei que Clarissa e eu gostavamos de ouvi-la contar histórias quando a Laila ainda era pequena. Assim, nada mais natural que os livros façam parte da rotina do Guilherme. Quando ele era recém-nascido eu aproveitava para ler enquanto amamentava, cheguei a tentar ler para ele, mas percebi que ele se distraia com a minha voz e largava o peito, então fui pondo a leitura em dia. Nem todos os livros podiam ser lidos, os maiores e mais pesados ficavam para depois. Ele dormia e eu continuava lá, com ele no colo e lendo, gostava daquilo, daquele momento.

E aos poucos a biblioteca do Guilherme foi ganhando volume e corpo bem ao gosto dele. Não faço idéia de quantos livros são, não estão todos juntos, a prateleira do quarto já não comporta todos e ele faz questão dos brinquedos por lá também. Alguns vão ficando no chão, junto com tratores e caminhões (betoneira é caminhão?)
Aqui, um dos nossos programas é ir a livraria. Ontem, fomos Guilherme e eu a livraria, ele sabe que tem carta branca para escolher UM livro quando vamos por lá (vamos uma vez a cada duas semanas mais ou menos) e também sabe que ninguém se importa que ele dê uma boa olhada nos livros antes de escolher (João ou eu estamos sempre do lado para ajudar) tinhamos uma missão, ou pelo menos eu achava que ele iria escolher o livro dos predadores que ele já havia visto. Ele até olhou o livro, se admirou com os animais ficou com ele nos braços um tempo até ver o livro da casa assombrada.

Digam se o livros da Casa Assombra não é legal? A casa é cheia de detalhes e portas que se abrem, vem com os moradores e tudo mais, Guilherme ainda não teve tempo de explorar tudo.

Depois que o livro dele foi pro balcão eu não tive chance de escolher algo para mim, ele me empurrava para pagar e dizia que queria voltar logo pra casa para mostrar o livro dos monstros para o pai (que mãe resiste a isso!) Assim, hoje, decidi mostrar os favoritos da mamãe e do Guilherme no momento. A leitura faz parte do nosso ritual da hora de dormir e é uma das coisas que mais gosto de fazer, mas me vejo em sarilhos quando o pedido é são aventuras de super herois, ai o João entra em ação.


Estes são alguns dos livros que foram comprados por aqui. Dá pra ver que o Guilherme gosta de piratas (este são apenas dois dos mais de 10 livros sobre o tema e que estão sempre a mão pois são os mais lidos e vistos)

O livro "Querido Dragão" é uma dos meus favoritos, o "Livro com Cheiro a Cocholate" também é muito bom, creio que vou comprar os outros da série para ficar na reserva técnica. O livro é de contos curtos e com certa melodia, não necessariamente rima! Ótimos para quando o Guilherme estiver alfabetizado.


Detalhes dos livros de piratas. O livro dos Piratas das Caraíbas é fenomenal, o pequeno passeia por suas páginas por horas e eu agora tenho vastos conhecimentos para inventar as mais mirabolantes aventuras do Capitão Jack Sparrow.



Este livro é TUDO, comprei pouco antes de nos mudarmos para cá. Vi num blog gringo e me encantei. Depois que estivemos na Grécia mostrei pra o Guilherme a página e fui perguntando o que ele lembrava da nossa viagem. O mesmo com NYC. O que ele ainda não sabe é que tem uma página de adesivos.

Este livro é um livro especial, o Guilherme ganhou do George, filho de 7 anos da irmã americana do João. Por que é especial? Por que ele saiu da estante do George, para as mãos do Guilherme.

Finalmente, um dos campeões de publico e de critica (só perde para os piratas). O livro dos tratores! Guilherme está careca de saber onde está a galinha Piruleta e agora se diverte não encontrando.

3 comentários:

ROBERTA MARTINS disse...

que lindo, vejo esse post e lembro que uma das minhas preocupações quando for mãe, é ensinar ao meu filho o que os livros podem nos dar. beijo.

Paloma, a mãe disse...

Lindos livros. Um dos que eu mais gostava na infância era este aqui (na época, não tinha no Brasil, agora já tem): http://www.livrariacultura.com.br/scripts/cultura/resenha/resenha.asp?nitem=3202266&sid=00252118212324676352368218&k5=38650C23&uid=.
Beijos

Neda disse...

Paloma, o livro parece interessante!Está anotada a dica.
Bjs