Páginas

terça-feira, 12 de março de 2013

Blogosfera, aqui me tens de regresso!



Aqui na Argentina as férias de verão são de dois meses e este ano aproveitamos bem o tempo para viajar. Nem bem as aulas acabaram fomos a Santiago, voltamos para passar o Natal em casa e para o Ano Novo já estávamos em San Luís, depois com os meninos fui para Fortaleza (no caminho passamos dois dias em Baires) e quando voltei pegamos a estrada rumo a Patagônia (argentina e chilena) e percorremos 3.500 quilômetros até estarmos de volta em casa. Quando tudo terminou estávamos exaustos, física e mentalmente e com as aulas começando poucos dias depois da nossa volta arrumar as coisas ficou em segundo plano, assim que as malas ficaram passeando pelo apartamento e muitas das coisas da viagem a Santiago só encontraram seu lugar agora.


Somos uma família que adora um “passeio”, mas quando parei para pensar me dei conta que entre uma viagem e outra não houve sequer um intervalo de uma semana, só mesmo o tempo de lavar e passar a roupa para que ela voltasse logo para as malas rumo ao novo destino. In between teve meu aniversário, a formatura do Guilherme do jardim, o Natal, Ano Novo, a ida ao Brasil foi para acompanhar uma cirurgia do meu pai e para finalizar ficamos uns dias extras no Chile por conta de enchentes e deslizamentos na cordilheira do lado argentino, por que do lado chileno os famosos caracóis estao passando uma uma gigantesca obra e até o outono está habilidade apenas uma faixa, o que significa que tem horário para ir e para voltar


Então, para marcar a volta do blog vamos começar do começo: a viagem para Santiago!
Está foi uma viagem diferente, o objetivo não era pura e simplesmente o turismo, claro que aproveitamos para conhecer alguns lugares que nunca havíamos ido, mas fomos mesmo foi de compras. Depois de muito pesquisar, ver a lista de presentes de Natal e algumas coisas que queríamos ou precisávamos comprar, ficou claro que mesmo com impostos, a gasolina e o hotel comprar no Chile, no nosso caso, representaria uma grande economia. Foi assim, que depois de tantas idas ao pais transandino, finalmente conheci os outlets de Quilicura que estavam cheios de argentinos e brasileiros, mas essa visita vai ficar fora do relato por que foi bem burocrática e para dar dicas de como e onde comprar em outlets já cheio de gente muito mais experiente do que eu falando sobre o tema internet a fora. Foi lá que o Guilherme descobriu por que ninguém toma fanta laranja no café da manha e depois come cheetos (algumas licoes precisam da parte prática para o menino entender).



Uma viagem assim é bem aborrecida para as crianças, até para as mais pacientes. Assim que em dois momentos o dia foi dedicado a elas. O primeiro foi quando fomos conhecer Kidzania, o relato completo no Site Maes Internacionais. O outro foi quando fomos para Los Dominicos, na verdade a Pueblito Los Dominicos, esse passeio foi 50/50, por que eu aproveitei para ver artesanato (que ADORO) e depois os meninos se esbaldaram na pracinha. O “pueblito” é uma pequena vila onde os artesãos fabricam, expõe e vendem suas obras. Além de artesanato é possível ver antiguidades e até animais (essa foi a parte favorita do Guilherme, já eu fiquei meio triste de ver o bichinhos enjaulados para vender). A feira fica do lado da Igreja de São Vicente Ferrer, que parece ser um lugar muito interessante, mas justo dia que fomos estava fechada. Em vários guias o lugar aparece como a melhor opção para comprar lembracinhas e artesanato típico chileno, é sim mais barato que o Patio Bellavista, mas há coisas caras. Antes de subir no carro e voltar para o apart, os meninos brincaram numa praca justo em frente, além do parquinho há uma área com aparelhos de ginástica para adultos. O lugar estava limpo e os equipamentos e brinquedos em excelente estado. Difícil foi convencer que estava na hora de ir embora.

5 comentários:

J.B. disse...

Tenho uma vontade danada de ir para Santiago via Mendoza! Projeto meu e de Denise.

J.B. disse...

Tenho uma vontade danada de ir para Santiago via Mendoza! Projeto meu e de Denise.

Livia, mãe da Carol disse...

Neda, o Chile é incrível, né? Lembro ter visto um post seu que contava a viagem que fizeram e me deliciei com as fotos! E que coisa mais legal o Kidzania!!!! Não conhecia, achei suuuper interessante. Gui curtiu? Acho que a Carol ia amar. Bjs!

Neda disse...

Livia, aqui em casa somos todos suspeitos para falar do Chile. Simplesmente adoramos! O Guilherme gostou muito do Kidzania (sempre fala que quando formos a Santiago ele "tem" que ir. Eu acho que a Carol ia curtir ainda mais que ele.
BJS

Livia, mãe da Carol disse...

Neda, achei demais!!! Vi que em Monterey abriu um este mês. Estivemos lá no verão e este verão pensamos de ir a Califórnia novamente, tô até pensando em dsviar o caminho só pra Carol curtir um dia lá! Legal mesmo!!! Beijão!