sexta-feira, 13 de abril de 2012

Viña del Mar

Quando planejemos nossa ida ao Chile para a Semana Santa queríamos ficar uns dias na praia, mesmo sabendo que provavelmente não ia rolar sol muito menos banho de mar (a água é gelada até no verão, que dirá no outono), mas o ar é sempre tão bom e relaxante. Escolhemos ficar hospedados em Valparaíso por que lá o carro podia ficar no estacionamento e nós nos deslocaríamos a pé pela parte alta da cidade e daria para ir de carro para Viña quando fosse o caso. O contrario seria mais complicado, já que quase não há onde estacionar na parte alta de Valparaíso.
Um dos dias combinamos de nos encontrar com nossos amigos chilenos (que moram aqui) e estavam em Viña aproveitando o feriado. Dá pra ver que as crianças se divertiram na praia e para nós foi um momento de conversar despreocupadamente. Só não molhamos os pés no Pacífico para não dar ideias para as crianças.




Uma coisa que eu gostei de Viña é que a Orla está repleta de parquinhos para as crianças, como estávamos na cidade num dia de semana normal, não havia outras crianças, mas nas férias sei que estão lotados. Sempre perto dos parques tem aluguel de bicicletas, triciclos, tem daquelas bicicletas em que dois pedalam lado a lado. A sua maneira Viña me lembrou Balneário Camboriú ou o Guarujá. Este parquinho da foto fica vizinho ao Casino e dois dos tobogãs estavam quebrados, fora isso tudo está em boas condições e limpo (leia-se nada de coco na areia)


Uma das atrações de Viña é o relógio de flores  parada obrigatória para fotos, mas nos dias em que estivemos lá o relógio estava "fechado", estavam trocando as flores e quem sabe reparando o mecanismo. Ficou para a próxima visita.

Um comentário:

Cíntia Anira disse...

Deixa eu falar.... que viagem deliciosa Neda! Estou adorando! E essas fotos? Que efeitos legais! Conte mais!

Beijo