Páginas

domingo, 26 de julho de 2009

Uma Pausa


A caminho de Fortaleza demos uma paradinha estratégica em Lisboa. O objetivo das menos de 24 horas que passamos na cidade estavam bem definidos e contamos com a excelente companhia do Tiago, amigo do tempo de escola (abafa, mas nos conhecemos há quase 20 anos!). Levamos Guilherme ao Oceanário, andamos de elétrico, fomos a Feira da Ladra e comemos um brunch no Pois, Café (um lugar onde espero tomar muitos cafés) e pisamos na grama! O primeio a tirar o sapato foi o Guilherme, tirou e foi correr pelo gramado do Parque da Expo 98, depois João tirou pisou e calçou, eu fui mais lenta, sentei, desamarrei os cadarços, tirei o tênis, as meias e quase não os calço de novo. Fazia tanto tempo de não pisava numa grama. Agora estamos já em Fortaleza, todos dormem. Eu, que tenho um relógio biológico de porcaria, acordei como se ainda estivesse em Praia :( O resto da casa aproveita o domingo de sol numa Fortaleza que há meses só vê chuva.

3 comentários:

Paloma, a mãe disse...

Ah, que delícia esta pausa na grama. Adoro este contato direto com a terra! Boa sorte aí em Fortaleza.

Helga disse...

Hello jet lag. Melhoras. Acho que em casa vc acaba descansando um acumulado que nem lembrava que tinha. Desses que só saem na velha e boa cama da gente. :)

Tão engraçado, vocês tem um bocado de casas. Casa aqui, ali, acolá. ^^

Sofia Fonseca disse...

Grama é relva?
Saudades